As leis da alimentação

As leis servem para nos ajudar quando vivemos em sociedade, pois temos direitos e deveres, certo? E se nós te dissermos que também existem as leis da alimentação, você acreditaria?

Pois bem, em 1937, um médico argentino estudioso da nutrição, criou as Leis da Alimentação, que ficaram conhecidas como as Leis de Escudeiro, devido ao nome do médico.

 Mesmo tendo sido publicadas no século passado, essas leis ainda são utilizadas no planejamento alimentar para a orientação nutricional das populações, conforme a seguir:

Lei da Quantidade: a alimentação deve propiciar a obtenção de energia e nutrientes em quantidades adequadas. (Evitar comer desacertadamente durante crises de ansiedade ou stress)

Lei da Qualidade: a alimentação deve propiciar a ingestão de todos os nutrientes necessários para cada da fase da vida (durante cada fase de nossa vida temos determinadas necessidades nutricionais e esse aspecto deve ser respeitado rigorosamente)

Lei da Harmonia: a proporcionalidade dos nutrientes deve ser garantida pela alimentação com o equilíbrio dos nutrientes. (Os nutrientes devem ser ingeridos de maneira correta e harmoniosa)

Com isso, podemos concluir que se cuidarmos da nossa nutrição seguindo as “leis” de maneira correta, poderemos viver mais e cada vez melhor.

Leave a comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *